www.bloggerbipolar.blogspot.com

Aviso: EU NÃO SOU BIPOLAR...MAS MEU PAI É.


www.bloggerbipolar.blogspot.com

Um pouco sobre bipolaridade, transtornos de humor, depressão, ansiedade...
tudo, ou nada!

diariodeumbipolar@hotmail.com

#depressão #ansiedade #tdah #bipoloaridade #pânico #distimia #melancholia
_____________________________________________

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Sexo e Anti-depressivos

Anti-depressivos baixam a libido e dificultam o orgasmo, não necessariamente nesta ordem. No meu caso, o último esquema medicamentoso simplesmente me deixou sem orgasmos. Mesmo com tantos remédios, ainda consigo ter tesão e ereções. Quando as dosagens eram baixas, principalmente na época do Frontal (alprazolam) era tudo uma maravilha. Os níveis de adrenalina baixaram e eu até conseguia ereções mais firmes e prolongadas, e conseguia também controlar melhor o orgasmo. 

Porém quando fiquei pior dos sintomas, as medicações foram modificando. E a letargia que esses remédios causam são refletidos no sexo também. O remédio que me deu problemas de ejaculação foi o Zoxipam (citalopram). Não tinha jeito. Passava a noite inteira com ereção, mas não conseguia ejacular. Nem com minha namorada, nem sozinho.

A verdade é que nunca me dei bem com medicamentos que atuam na serotonina. Não sou aquele depressivo que fica com baixa de energia e pensamentos negativos. Meu problema é hiperatividade de pensamentos e euforia. Isso me deixa sem atitude, com dificuldade de tomar decisões, e aí sim fico pra baixo.

Relatado o problema, pedi ao médico que mudasse o esquema pra uma atuação nas Dopaminas (noradrenalina e endorfina) - http://pt.wikipedia.org/wiki/Dopamina - porém ele insistiu que eu passasse mais tempo me tratando com foco nas serotoninas, falou que esse tipo de tratamento só tem bons resultados a partir de no minimo dois meses contínuos. 



Porém mudou o anti-depressivo para o Alenthus (venlafaxina), o que não melhorou muito, mas com muito esforço pelo menos consigo ejacular.
Não vejo outro caminho senão insistir nas medicações, como todos falam. Mas é um martírio sentir tantas alterações no corpo e na mente. Essa doença é uma praga, uma maldição. 
Me vejo outra pessoa, e não gosto nada dela!

65 comentários:

  1. É interessante você tocar nesse assunto, nesse efeito reverso especificamente. Talvez esses efeitos que mexem na sexualidade sejam os mais temidos pelos homens, e certamente levam a uma não adesão ao tratamento.

    Eu tive experiência com o escitalopram e percebi a diminuição da libido (já premeditada pela médica que me passou), eu não estava tão... digamos, alerta, como antes; e mesmo não tendo maiores complicações com relação à ereção ou ejaculação, me senti muito desconfortável com esse efeito do medicamento. Dou por visto como você se sente... =S

    Quando estudo farmacologia eu vejo como é difícil manipular os efeitos de uma droga, INFELIZMENTE ela não age só onde a gente quer, ela tem ação sistêmica, afeta todo o corpo, e muitas vezes afeta o que a gente não quer. Tenho esperança, e não sem qualquer embasamento, de que conseguiremos encontrar remédios mais específicos para a mente, que tenham ação mais localizada. Foi assim com tantos e tantos remédios, à princípio cheios de reações adversas, e com o tempo foi se estudadndo e aprimorando. Eu tenho fé que com os psicofármacos conseguiremos também. Enauqnto isso não ocorre... Só nos resta tentar.

    Você não imagina como eu torço pra que encontres o medicamento "perfeito". Sempre que vosê posta algo aqui eu leio e me angustio, mas não perco a esperança, como futuro médico não não poderia perder; como pessoa, muito menos.

    Abração cara

    ResponderExcluir
  2. Rsrsrs, desculpe, mas cada um com um problema diferente com relação as medicações. Meu problema atual é que tomo bupropiona e ela deixa minha libido nas alturas, tenho sofrido de tanto pelo excesso. Sério, só penso nisto(e é sério q tbm é ruim). Mas vai amenizar, da outra vez amenizou, mas continuei com a libido alta por causa do bupropiona. Aiaiai, esta vida de bipolar é complicada. Bjks, boa sorte aí.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Vixe, estou tomando bupriona e nao estou assim. Meu primeiro mês de tratamento foi com Tolrest sertralina que diminui libido e nao ejaculava de jeito nenhum. Agora estou no bupriona e espero que melhore. Antes desses remédios eu era do seu jeito.

      Excluir
  3. Pois é, já tomei muita coisa, inclusive fluoxetina, nada fez muito efeito. Depois que mudei de psiquiatra ele receitou bupropiona e foi maravilhoso, como eu estava tendo muitas recaídas ele optou por não suspender. Tomo diariamente 1 comprimido. Minha vida mudou, nunca mais recaí de verdade, aquela queda no abismo sabe? Mas a libido fica em alta, rsrsrs. As vezes é bom, as vezes nem tanto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tomo a noote 2mg de alprazolan e 25 de anafranil.
      Ultimamente não sinto vontade de fazer sexo e quando faço...Não consigo ter orgasmo.

      Excluir
  4. A sim, e fluoxetina e água com açúcar, tem quase o mesmo efeito em mim.

    ResponderExcluir
  5. Tenho 43 anos,convivo com a depressão e bipolaridade a 20.Estou aqui porque quero viver e com qualidade.Os filhos dão força,mas Deus te ampara,ele é a razão do meu viver.Quem me olha,não percebe e poucos sabem,me reservo o direito de que só saibam,aqueles que vão me entender e não criticar.Aguentar o que passamos é porque somos fortes e consequentemente vitoriosos.Só a 3 anos descobri que sou bipolar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me identifiquem com vc,até msm na idade.Tomo remédio desde os 20,mas só descobri q era bipolar com 40.Hj estou com 42.Não aceitei bem o diagnóstico.

      Excluir
    2. Me identifiquem com vc,até msm na idade.Tomo remédio desde os 20,mas só descobri q era bipolar com 40.Hj estou com 42.Não aceitei bem o diagnóstico.

      Excluir
  6. Bom eu tenho 19 anos, tomo meus medicamentos, mais minha libido está sempre em alta! quando mais nova era pior ainda, até encontrarem o medicamento que mais se adequava a mim. Fui internada com 16 anos, por não conseguir controlar, e tive problemas com álcool, drogas, anorexia/bulimia... Até que tentava mais não conseguia controlar, meu médico disse que é normal bipolares terem a libido alta, mais a minha tava além. Ainda bem que hoje já ta controlada, eu estou controlada nos outros aspectos também. Gosto do teu blog (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna,
      Te confesso que um dos meus medos para me entupir de remedios é a baixa da libido. Sou tarado por sexo, mas ainda bem que mantenho parceiras fixas e namoros longos. Porém meu casamento está em crise porque ela n me acompanha. Meu problema de insônia passa por isto tb. Qdo tenho sexo frequente meu sono melhora. Hj o sexo na minha relação quase não existe. Mas fico preocupado com a média geral da população. Dizem que casais com dez anos de casados (eu tenho 4) a média é de uma vez a cada dois meses. Me preocupo muito com isto. Hj a mulherada cai em cima e dao mole sem medo de serem felizes. Fico numa situação difícil. Mas vou procurar alguem que goste tanto quanto eu de sexo. Acho que vc deveria fazer o mesmo. Isso ajuda bastante. Só temos que ter cuidado pra n virar compulsão, e ai recomendo vc pesquisar sobre isto se desconfia que é o seu caso. Toda compulsão é aquele comportamento que vc sabe que te prejudica mas vc n consegue deixar de fazer, por um ou outro motivo. Geralmente os compulsivos nunca admitem sua falta de controle sobre sua compulsividade. Espero q n seja seu caso.
      Se tiver mais dúvidas e quiser falar mais manda email
      diariodeumbipolar@hotmail.com
      abraço.

      Excluir
    2. Ai fico com uma inveja danada de quem diz que tem a libido alta,a minha sempre foi normal,mas com o inicio do tratamento com Fluoxetina acabou....terrivel.....deprimente,preciso urgentemente mudar a medicação ,quero qualidade de vida.

      Excluir
    3. Interessante: com a Fluoxetina (de entre um milhão de medicamentos), foi a que melhor me dei em termos sexuais. Quase nenhum efeito. Paroxetina, foi o descalabro sexual, falta total de líbido, prazer diminuto, secura genital, e NADA de orgasmos. Nem com masturbação (que é certeira a levar-me ao orgasmo). Quase deu cabo do meu casamento! É difícil explicar isto a quem não sabe o que é ansiedade, depressão, obsessão e bipolaridade.
      Estou novamente a precisar de uma mudança para um antidepressivo mais eficaz e o meu médico me receitou Escitalopram (li a bula e parecia cópia da Paroxetina). Eu sei que preciso saír do abismo e deixar a ansiedade (que me consome literalmente), mas estou farta de parar sempre aos mesmos tipos de medicamentos e sempre com os mesmos efeitos secundários.
      Já liguei para o médico a contestar a decisão: eu quero melhorar, mas não quero acabar com o meu casamento!
      Chega! Basta! Estou farta!

      Excluir
    4. Angelica tb passei por isso tomava escitalopram e agora desvanfalaxina mas como tenho Tab o psiquiatra ta querendo suspender o anti depre eu n conseguia ter orgasmo d jeito nenhum e com a propria mao eu conseguia em um minuto contado no relogio quantas vezes quisesse tb foi dificil pra mim aceitar ja q minha libido eh alta eu n parei nem diminuiu acho ate q piorou pq queria mais e mais enquanto n conseguisse n queria parar e depois ficava depre... Falei com o medico e ele mudou e agora eta diminuindo e to começando a conseguir d novo... Quero tomar so o meu depakote... Ate o alprazolam queria parar mas se n tomar n durmo por noites... Boa sorte

      Excluir
  7. Tomo Zoxipan e Alenthus tem problema ficar um dia sem tomar?

    ResponderExcluir
  8. Ola.. Sou casada a 4 anos e meu marido toma fluoxetina. Carbolitiun.diasepan.prometazina .. e ja faz muito tempo que ele nao me procura. Ja fiz de tudo pra q ele me notasse. Mas nao tive resultados. Eu tenho 21 anos e ele 48 .. sei que e dificil para ele.... mas sera que e essa medicacao??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Converse com ele, poderão juntos achar uma saida

      Excluir
    2. É da medicação. Ele que tenha uma conversa séria e firme com o médico.
      é certo que queremos curar-nos e ter uma vida melhor, mas acbar com os casamentos não é melhora para ninguém!

      Excluir
    3. com certeza é a medicaçao fiz uso da fluoxetina 50 mg e agora stou com disfunção eretil olha que tenho 34 anos era ativo sexualmente até demais e agora to assim.

      Excluir
  9. Gente, tomo bupropiona e estou com a libido lá em cima, chega até ser difícil controlar
    .Acho que tudo que é demais é ruim, tem que ter um meio termo.

    ResponderExcluir
  10. Comecei a tomar procimax e minha libido diminuiu muito. sempre fui mto ligada em sexo e costumava ate a ter orgasmos "precoces" mas depois que comecei com a medicação eu demoro muito e até desisto de chegar lá, o que me chateia é que antes era muito fácil pra mim! meu namorado acha que sou eu, embora eu explique que é o remedio ele nao acredita muito. e eu nao gosto de fingir orgasmo, como muitas mulheres fazem...rs... esse é o pior efeito colateral pra mim..ta difícil aguentar, mas não posso parar a medicacao porque eu estava muito mal antes. Alguém sabe de um antidepressivo que nao diminua tanto a libido?

    ResponderExcluir
  11. Tomo bupfopiona a 1 mes e n estou sentindo melhora nenhuma.

    ResponderExcluir
  12. Tomo Venlafaxina e Alprazolam. Também senti perda de libido e dificuldades de ereção. Pensei que não sentia mais desejo pela minha mulher. Então, por conta própria, comprei o citrato de sildenafila, que é o genérico do viagra. Estou tomando escondido dela. Acho que ela não entenderia. Estou tendo ótimas ereções e sexo muito gostoso. Até meu humor melhorou. Nunca pensei que fosse precisar tomar viagra no auge dos meus 34 anos. Mas infelizmente minha depressão me obriga a isso.

    ResponderExcluir
  13. Será que a ereção e a ejaculação volta ao normal depois q eu parar de tomar procimax? O médico pediu p q eu tome por dois meses.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tribulus terrestre resolve mesmo é um suplemento hormonal de testoterona e nao tem pra ninguem vc vai voltar a ser feliz de dois ou tres por dia sempre depois do café,almoço e jantar muito bom só não pra quem é diabéticos procurem orientação médica ok

      Excluir
  14. Meu marido e bipolar , toma seroquel e carbolitium e viagra também pois achei uma cartela no seu carro. Porem, ele toma viagra pra ficar com garotas de programa e outras mulheres de site de relacionamento.Não me procura mais pois enjoou. Acho que meu casamento já tem até data pra terminar. E extremamente difícil conviver com bipolar. Ele tem hiperatividade de pensamento, euforia, irritabilidades, problema com álcool e só respira sexo quando está em fase de mania,melhorou muito com os remédios mas ainda nao está 100%. . Casei com sem saber e até conhecer a doença sofri muito sem saber do que se tratava.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Casei com ele sem saber que ele tinha a doença e hoje tenho até medo de ter HIV.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  15. minha libido diminuiu muito com o depakote 500...não consigo nem acompanhado e nem sozinho,as vezes passo semanas sem ter um orgasmo...a mente quer e o corpo não obedeçe,alguém poderia me explicar quais os efeitos do depakote?? desde ja grato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm tomo depakene e tbm perdi o meu tesão.. Não consigo mais ter orgasmo. Me ajudem por favor..

      Excluir
  16. Bom, pessoal! Estou com o mesmo problema do autor do texto. Eu penso demais! Isso me causa crises de ansiedades tão grandes, que eu estava sendo atendido no CTI diariamente com sintomas característicos de infarto. A pressão ia a 22 por 18. Até que a última cardiologista que me atendeu, me diagnosticou com Síndrome do Pânico. Isso foi em junho de 2014, mas eu havia tido uma crise desta em 2008, sendo que eu não sabia ainda que se tratava de uma doença. Já tomei vários medicamentos desde então. Me dei muito bem com Donaren Retard e Pristiq concomitantemente, mas, depois de quase um ano, parece que estes deixaram de fazer efeito. Atualmente, estou tomando Bipogine e Quetros, que só me ajudaram no segundo mês e também já não fazem mais efeito, pelo que parece. Atualmente, só me mantenho vivo por causa dos meus filhos! Não quero que eles sofram, tenham péssimas recordações de mim. Então, estou na luta! Não sei se mais alguém aqui está no mesmo estado que eu, mas eu não consigo fazer nada! Só sexo e jogar no PC! Sexo me acalma muito, mas a minha mulher não tem a mesma libido que eu. Sempre fui "meio" tarado, mas eu não forço a barra, até mesmo, por amor a ela! Então, me viro sozinho! O surgimento da doença não me trouxe nenhum problema com a libido! Mas, ao mesmo tempo que me trouxe um certo medo da morte (que eu não tinha), também me deixa sem vontade de viver e apenas a aguardando. Não sou introspectivo, mas eu passo mal tantas vezes por dia, que acabo me isolando e fico sozinho para não alardear e fazer mal às pessoas que eu amo. Com o uso do bipogine e do quetros, ganhei muito peso rapidamente e parece que meu fígado tb não está nada bem, porque estou comendo bem menos do que o normal e tenho tido muita asia. Apesar disso, engordei em torno de 20 quilos em apenas 5 meses. Alguns parentes que não sabiam da síndrome do pânico, ao descobrirem recentemente, pois queriam que eu fosse padrinho de casamento da minha sobrinha (eu desisti, porque estou tendo crises diárias e tive receio de ter uma crise justamente no casamento), passaram a achar que estou com síndrome porque engordei. É exatamente o contrário! Bem, vou lutando enquanto der!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara eu tive síndrome do pânico muitos falavam q era depressão ansiedade fiz um tratamento c um clínico geral e tomei um remédio chamado Tensart resolveu meu problema graças a Deus,tenho hipertensão...

      Excluir
  17. Bom minha mulher está tomando escitalopram 10mg , e nosso sexo ta ficando meio complicado porque ela tem muita dificuldade de atingir o orgasmo, e eu estou tendo que me desdobrar para tentar fazer ela atingir o clímax em sua total plenitude, coisa que não acontecia . Agora parece que de tanto me preocupar não estou conseguindo segurar meu orgasmo principalmente quando ela cavalgar.kkk ta osso
    Já pensei em fazer o uso do mesmo remédio dela .Odeio camisinha mas estou tendo que usar pra tentar retardar o meu orgasmo. Não sei mais o que fazer.

    ResponderExcluir
  18. Faço uso do depakene, milleril, citalopram.. Não estou tendo mais apetite sexual.. Não consigo ter orgasmos.. Eu já fui muito quente na cama.. E agora me considero fria. Me ajudem não sei mais oque fazer pra resolver esse problema pois preciso dos medicamentos..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola meu nome e luciana tenho um grupo no Zap so para quem tem transtorno bipolar,querendo entra e so me add (83)987704396 peso obrigado pelo dono do blog

      Excluir
  19. Ola meu nome e luciana tenho um grupo no Zap so para quem tem transtorno bipolar,querendo entra e so me add (83)987704396 peso obrigado pelo dono do blog

    ResponderExcluir
  20. Ola meu nome e luciana tenho um grupo no Zap so para quem tem transtorno bipolar,querendo entra e so me add (83)987704396 peso obrigado pelo dono do blog

    ResponderExcluir
  21. Eu acho o Bupropiona o melhor anti-depressivo, para mim não alterou muito a libido, já tomei todos os citados aqui e mais alguns e todos dificultavam a ereção e ejaculação, com o Bup tenho uma vida quase normal. Acho que devemos agradecer que existem estes remédios pois sem eles não é nada fácil.Abçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já usei praticamente todos também, e o menos pior é o Lexapro (Escitalopram) que uso há anos. Tentei trocar ele pela Bupropiona, mas ela não deu conta do recado. A depressão voltou com tudo, e tive enxaqueca alterações na visão durante todo o tempo que tomei, o que me fez voltar ao Lexapro. O que me ajuda muito na questão da libido é combinar o Lexapro com Iombina 5mg ou Tribulus Terrestris 1000mg. A libido aumenta bastante e a ereção fica bem forte e duradoura. Atualmente uso somente o Tribulus em meses alternados (1 mês sim, 1 mês não).

      Excluir
  22. Tem como entrar contato com você estou no mesmo barco ta dificil

    ResponderExcluir
  23. Descobri a dois meses em um medico que tenho ciclotimia, uma doença um pouco menos invasiva que o transtorno bipolar. O medico me prescreveu Depakote ER 500, porem não senti muito efeito nestes dois meses. No minimo 1 x por semana minha mente pira. meus pensamentos são acelerados demais, isto esta prejudicando minha vida social, familiar e profissional. Espero um dia melhora.

    ResponderExcluir
  24. Bom dia eu preciso urgente de ajuda meu namorado toma lá uns remédios que diz ser pra depressão e síndrome do pânico e ele concegui ter ereçao mas quase nunca ejacular ( gozar) aff eu me sinto uma merda pois dentro de 3anos de relacionamento que agente tem eu só vi ele gozar umas 3 vezes ele sempre conversa comigo e diz q o remédio q ele toma tira a concentração mas aí eu penso como q isso pode ser normal???? Se tem ereçao?? Ele me disse que a concentração q ele tinha ele não tem mais as vezes ficamos mais de hora na prática é nada fico preocupada pensando será q ele não gosta de mim?? Meio que não acredito no que ele diz. Não sei o nome do medicamento que ele toma mas sei q é pra depressão.me ajudem obrigado bom dia...

    ResponderExcluir
  25. Bom dia eu preciso urgente de ajuda meu namorado toma lá uns remédios que diz ser pra depressão e síndrome do pânico e ele concegui ter ereçao mas quase nunca ejacular ( gozar) aff eu me sinto uma merda pois dentro de 3anos de relacionamento que agente tem eu só vi ele gozar umas 3 vezes ele sempre conversa comigo e diz q o remédio q ele toma tira a concentração mas aí eu penso como q isso pode ser normal???? Se tem ereçao?? Ele me disse que a concentração q ele tinha ele não tem mais as vezes ficamos mais de hora na prática é nada fico preocupada pensando será q ele não gosta de mim?? Meio que não acredito no que ele diz. Não sei o nome do medicamento que ele toma mas sei q é pra depressão.me ajudem obrigado bom dia...

    ResponderExcluir
  26. Eu tomo Depakote ER 750mg há pouco mais de um ano. Ele me ajuda a controlar os impulsos, que eram meu maior problema mas eu continuava pra baixo como se a vida fosse em preto e branco. Ontem a psiquiatra aumentou a dosagem diária do Depakote pra 1g/dia e acrescentou a bupropiona. Tenho 33 anos e diagnóstico de transtorno bipolar tipo 2 e fico preocupada com o meu fígado e todo o resto com esse monte de drogas.

    ResponderExcluir
  27. BOND DIA PESSOAL USEI FLUOXETINA DURANTE 15 DIAS E FIQUEI MEIO IMPOTENTE SEXUAL, ALGUEM JA USOU ESSE MEDICAMENTO E APOS O USO VOLTOU NORMAL, ALGUEM MIN RESPONDA POR FAVOR.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Normalmente volta. mas comigo nao volta ao normal. Fico praticamente sem libido.No momento estou em um quadro de ansiedade e depressão voltanto, estou a ir ao psiquiatra mas vou pedir pra testar uma nova medicaçao que nao mexa com a libido, pois a propria depressão e ansiedade diminuem a libido. Dizem que Buspropirona é uma alternativa. vou convesar com ele se se posso tomar essa medicação. Voce pode conversar com seu medico sobre isso tbm. abraços.

      Excluir
    2. Normalmente volta. mas comigo nao volta ao normal. Fico praticamente sem libido.No momento estou em um quadro de ansiedade e depressão voltanto, estou a ir ao psiquiatra mas vou pedir pra testar uma nova medicaçao que nao mexa com a libido, pois a propria depressão e ansiedade diminuem a libido. Dizem que Buspropirona é uma alternativa. vou convesar com ele se se posso tomar essa medicação. Voce pode conversar com seu medico sobre isso tbm. abraços.

      Excluir
  28. Comecei a tomar Bup e frontal, mas sinto uma coisa estranha nos olhos, como se tivesse ressecado, e taquicardia alguns dias, pode ser efeito do BUP?? Alguém mais sente irritação na vista com esses remédios??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho taquicardia, tô tomando o Bup e não me dá, creio não ser ele!

      Excluir
  29. Caramba, estou com varios transtornos. Sou policial civil e estou depressivo. Tenho 44 anos sempre bem ativo sexualmente falando. Mas depois q comecei a tomar aprazolan, reconter e anafranil. Nao consigo ter orgasmo.
    Isso é pessimo.

    ResponderExcluir
  30. Boa tarde !
    Tenho 25 ano,s e estava tomando Bupium,Quetros,Alprazolam e Losartana.Senti uma queda bastante significativa na libidio,quase nao tenho vontade, e estou tendo dificuldades em manter uma ereçao.Tem um mes e meio q tomava esses remedios,e está sendo muito dificil pra mim esses efeitos.Agora o medico trocou,passou,Quet XR,Escilex,Clomipramina,e Rivotril.Alguem já passou por esses sintomas e sabe se isso passa? essa queda na libidio e dificuldade de manter uma ereção.Se continuar assim to pensando em abandonar o tratamento,por que ta muito dificil pra mim ficar assim. :(

    ResponderExcluir
  31. Estava tomando maxapran e risperidon, diminuíram muito a minha libido,chego a pensar que estou enjoado da namorada, não consigo segurar a ereção por muito tempo, tenho 31 anos já pensei em tomar até viagra pra ver se melhora, antes de tomar esses remédios não era assim. Preciso de ajuda!!!

    ResponderExcluir
  32. OLA AMIGO, JA EU TOMEI APENAS 15 COMPRIMIDOS DE FLUOXETINA 50MG, ISSO FOI SUFICIENTE PRA ACABAR COM MINHA ALEGRIA , HOJE TENHO DIFICULDADE PARA TER E MANTER A EREÇÂO, TO PREOCUPADO PENSEI EM TRATAR UM PROBLEMA MAS ACABEI ADQUIRINDO OUTRO, JA TOMEI TRIBULUS ERRESTRE MELHOROU MAS NAO CUROU, NAO SEI O QUE FAZER.

    ResponderExcluir
  33. Ola eu tomei fluoxetina e estou com disfunção eretil e falta de libido, alguem pode min ajudar existe algum remedio pra ajudar a melhorar esse sintoma.

    ResponderExcluir
  34. Tive esses mesmos sintomas quando tomei Bupropiona. Tive que abandonar e voltar para o Citalopram, pois além desses efeitos colaterais horríveis, não melhorou em nada minha depressão. A Bupropiona é um antidepressivo muito fraco. Só funciona em doses altíssimas nos casos de depressão grave. Pra mim só os ISRSs funcionam. As outras classes de antidepressivos não fazem efeito comigo, só pioram ;(. O jeito é usar os antídotos para melhorar a vida sexual...

    ResponderExcluir
  35. Sou bipolar e pergunto se alguém de vcs usa lamotrigina como monoterapia?

    ResponderExcluir
  36. Prezado
    Já passei por tudo isso!
    Curei quando me dediquei a ginástica e yoga. E também passei a caminhar o dia todo feito aquele filme "forest gump" ! E mandei todos esses remédios para o inferno, a exceção do DEPAKOTE ER

    ResponderExcluir
  37. Eu super t entendo, somos diagnosticados como bipolares mais oq dá certo com um não dá com outro , estou nessa luta desde os 10 anos , hj com 40. A doença não era nem diagnosticada naquele tp. Hj faço tratamento, mais troco de medicações constantes, devido a efeitos colaterais. O depakote por esta m deixando careca, vai trocar. TUDO DE NOVO!!😭😭😭😭😭😭😭


    ResponderExcluir
  38. Eu super t entendo, somos diagnosticados como bipolares mais oq dá certo com um não dá com outro , estou nessa luta desde os 10 anos , hj com 40. A doença não era nem diagnosticada naquele tp. Hj faço tratamento, mais troco de medicações constantes, devido a efeitos colaterais. O depakote por esta m deixando careca, vai trocar. TUDO DE NOVO!!😭😭😭😭😭😭😭


    ResponderExcluir